quinta-feira, 10 de junho de 2021

Prefeitura reforça “Vacina Solidária” visando ampliação da vacinação nesta quinta-feira (10)

 


A rede de solidariedade lançada pela Prefeitura de Natal através da campanha “Vacina Solidária” será reforçada nesta quinta-feira (10), quando o município amplia a imunização contra a Covid-19 de pessoas na faixa etária de 59 anos sem comorbidades e demais grupos prioritários que continuam cumprindo o Calendário Vacinal. A arrecadação acontece em todos os seis drives e nas 35 salas de vacinas das unidades básicas de saúde (UBS) de Natal. 

Lançada em abril de 2021 através da Secretaria do Trabalho e Assistência Social (Semtas), a campanha já arrecadou 12 toneladas de alimentos e assistiu mais de 2.840 pessoas, amparando a população em vulnerabilidade social durante a crise sanitária, dando suporte alimentar. Nesta quinta-feira, além da arrecadação nos postos de vacinação, vão ser entregues mais 200 cestas básicas para a Ong Lar Fabiano de Cristo, com os produtos doados pela população nos últimos dias de campanha. O Setur, através do projeto Busão Solidário, passou a integrar a parceria com a Prefeitura de Natal na iniciativa, ajudando na arrecadação, separação,controle de qualidade dos produtos, higienização dos itens e confecção das cestas. 

Além de gêneros alimentícios, as pessoas beneficiadas também receberam kits de higiene pessoal e limpeza e máscaras de proteção. Todas as cestas doadas são compostas por feijão, arroz, flocão de milho, açúcar, macarrão, biscoito, óleo, café, leite e proteína. Os kits de limpeza têm água sanitária, sabão em pó, sabão em barra, e de higiene sabonete e creme dental. 

Para o prefeito Álvaro Dias, a campanha mostra que a população se sente parte da rede de acolhimento. “É muito importante que todos estejam juntos para manter a proteção das pessoas que mais necessitam, aquelas que estão impossibilitadas de trabalhar e gerar recursos para suas famílias”, disse o gestor.  

O secretário da Semtas, Adjuto Dias, ressaltou a importância das doações em meio às crises criadas pelo vírus. "Nossas ações têm ocorrido graças ao apoio e às doações da sociedade, e com a ampliação da vacinação, vamos poder continuar realizando o elo entre quem quer doar e as famílias que precisam”, declarou.