sexta-feira, 22 de outubro de 2021

MCom apresenta painel com evolução do programa Digitaliza Brasil

 

Ficou mais fácil acompanhar passo a passo o processo de digitalização do sinal de televisão no Brasil. O Ministério das Comunicações (MCom) tornou pública uma base de dados, com recursos inteligentes, que reúne informações atualizadas sobre o Digitaliza Brasil, programa criado para levar o sinal digital de TV a 1.638 municípios que contam apenas com o sinal analógico.

 Para ter acesso, basta acessar a página https://www.gov.br/mcom/digitalizabrasil. A ferramenta é simples e intuitiva, composta como um painel interativo, criado pelo MCom em parceria com a Seja Digital – entidade responsável por operacionalizar a digitalização do sinal de TV. Ela garante transparência ao andamento do programa e permite que a população fique por dentro dos indicadores de resultado. Os dados são atualizados automaticamente conforme o andamento dos processos.

 "O Digitaliza Brasil é um programa para os brasileiros, por isso é essencial que toda a sociedade esteja bem-informada sobre o que está acontecendo. A ferramenta simplificada permite esse acompanhamento do cronograma de implantação das estações digitais", reforça o secretário de Radiodifusão do Ministério, Maximiliano Martinhão.

 No painel interativo é possível visualizar os dados organizados a partir das fases, das unidades da federação ou dos municípios. A ferramenta informa o número de cidades convocadas, canais, quem já solicitou adesão ao programa, quantos foram qualificados para receber a infraestrutura e quais termos de adesão já foram assinados.

 

PROCESSO DE DIGITALIZAÇÃO - De acordo com a base de dados do MCom, 1.050 municípios já foram convocados para aderir ao Digitaliza Brasil. O número representa 64% do total de cidades aptas a receber o sinal digital por meio do programa (1.638). Das prefeituras chamadas, 98% (1.029) já solicitaram adesão.  

No entendimento do presidente da Seja Digital, Antonio Carlos Martelletto, o retorno positivo por parte das prefeituras reflete a importância do Digitaliza Brasil para o todo o país. "Esta resposta rápida demonstra a preocupação das lideranças municipais para que o serviço de TV tenha continuidade nessas comunidades, com melhor qualidade e mais opções de canais e conteúdo. É uma forte evidência do acerto e da visão da política pública definida que vem sendo implementada", pontua.

 Na fase atual, o Digitaliza Brasil chegou a dez estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Juntos concentram 15 milhões de brasileiros, 65% do total de pessoas que serão beneficiadas com o programa (23 milhões).