quinta-feira, 5 de maio de 2022

Femurn emite nota de repúdio após Carlos Eduardo dizer que prefeitos estão com "bolsos estufados de dinheiro"

 

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) emitiu nesta quinta-feira uma nota de repúdio ao pré-candidato ao senado, Carlos Eduardo Alves (PDT). 

 O comunicado surge por conta das recentes declarações do ex-prefeito de Natal, que segundo a Federação foram "desrespeitosas" e uma tentativa de jogar a população contra os gestores públicos municipais.

 "Você não sabe, os prefeitos estão com os bolsos estufados de dinheiro, o povo tá liso, o povo tá desempregado e com fome, mas os prefeitos estão com os bolsos estufados, só que esse dinheiro é nosso [...] e a gente não sabe quanto foi, nem pra onde vai", declarou Carlos Eduardo em entrevista a Rádio Rural FM de Caicó.

 Confira a nota na íntegra:

 A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) e  Associações Regionais abaixo listadas vêm a público manifestar o seu repúdio às declarações desrespeitosas  do ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), em recente entrevista, na tentativa de jogar a população contra os gestores públicos municipais. 

 Carlos Eduardo Alves deveria ser conhecedor dos problemas que uma Prefeitura enfrenta, por já ter sido prefeito de Natal por 4 vezes. Mas, talvez por nunca ter sido filiado a Femurn durante suas gestões em Natal, não sabe da luta do movimento municipalista. A verdade é que os municípios possuem sérias dificuldades para cumprir com seus compromissos e atender aos anseios da população. 

 É inaceitável que o ex-gestor critique o envio de emendas e recursos financeiros para as cidades potiguares. As palavras de Carlos Eduardo Alves merecem o repúdio de quem se dedica a melhorar a vida de seus munícipes. 

 Ao contrário do que disse errôneamente Carlos Eduardo, a destinação de recursos não é para “os bolsos dos prefeitos”, mas para as Prefeituras de todo o país, que são devidamente fiscalizadas pelos órgãos competentes. E os municípios brasileiros estão, neste sentido, contando com a atual sensibilidade do governo federal que, respeitando o pacto federativo, está contribuindo com obras e investimentos importantes para os cidadãos a partir de parcerias institucionais com as cidades de todas as Regiões brasileiras.

 Babá Pereira

Presidente da Femurn