sexta-feira, 22 de julho de 2022

Prefeitura atua para recuperar malha viária de Natal

 

 


A malha viária da cidade sofreu um desgaste muito grande em virtude das fortes chuvas que caem em intensidade desde o mês de maio. Para reestabelecer a normalidade das vias, melhorar a qualidade de tráfego e trazer mais segurança e conforto para motoristas e pedestres, a Prefeitura está trabalhando diariamente nas quatro regiões administrativas de Natal. Em regime de força-tarefa, 12 equipes do Município executam os serviços por todo o Município. Nesta quinta-feira (21), a avenida Rodrigues Alves, no Tirol, foi uma das ruas que passou por melhorias.

 

Além dela, as equipes do setor de Conservação da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) trabalharam nas avenidas Mar do Norte, no Pajuçara, Nossa Senhora do Ó, no Igapó, e Votuporanga, no Potengi, todos na Zona Norte. Da mesma maneira, foram feitos serviços nas ruas Mirassol, Mar e Céu, Indomar e Sereia, em Felipe Camarão, tiveram continuidade.

 

“Tivemos um volume de chuvas desproporcional para o período. A infraestrutura da cidade como um todo sofreu avarias. Com a melhora gradativa das condições climáticas, estamos podendo trabalhar na restauração dos danos. Nossas equipes estão executando, em dois períodos, as melhorias na rede de drenagem e pavimentação. Não vamos descansar até que a gente possa oferecer mais conforto e melhores condições de trafegabilidade para a população”, afirma o prefeito Álvaro Dias, que normalmente acompanha inúmeros desses serviços pela cidade.

 

Ainda nesta semana, as ruas Maranata, no Leningrado, Itamar Maciel e João Hélio, em Felipe Camarão, Barão de Açu, em Candelária, ruas Paraguaçu, Caraúbas e Mar do Caribe e Macieira, no Potengi, Av. Maranguape, no Nossa Senhora da Apresentação, rua São Tomé, na Cidade Alta, Patativas, em Neópolis, Paraguaçu, no Pajuçara, Caraúbas e Mar do Caribe, no Potengi, e fechando na Santo Agostinho, no bairro do Igapó, também receberam melhorias.

 

De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura, Carlson Gomes, o órgão trabalha seguindo basicamente três critérios para iniciar a recuperação das vias. Primeiro, há uma triagem dos locais afetados com a identificação das áreas e a sua devida sinalização. Depois disso, os técnicos e engenheiros da Seinfra fazem todo o planejamento de ações específico para cada problema. Por fim, vem a execução dos serviços propriamente ditos, que podem ser de recapeamento, recuperação de paralelepípedos, restauração da rede de drenagem, limpeza de lagoas e demais equipamentos.

 

“Precisamos responder as demandas de todas as regiões. Temos serviços dos mais simples até os mais complexos. Ainda dependemos das condições climáticas. O importante é destacar que estamos conseguindo implementar um bom ritmo de trabalho e dedicados a corrigir todos esses problemas”, ressalta o secretário.